Traqueobronquite Infecciosa Canina (Bordetella bronchiseptica)

A Bordetella bronchiseptica é um bacilo móvel Gran (-) e está relacionado com a rinite atrófica não-progressiva e com hipotrofia transitória dos cornetos nasais.

 

A infecção clínica por Bordetella bronchiseptica é comum em cobaias, cães e suínos. Normalmente, ratos, gatos, pássaros, coelhos e primatas apresentam-se como portadores apesar de também desenvolverem a infecção clínica.

 

Sua transmissão ocorre por contato direto e aerossóis respiratórios. É transmissível ao homem, principalmente em indivíduos com o sistema imunológico deprimido.

 

Os animais infectados passam a apresentar sintomas como tosse incontrolável, espirros, pneumonia, alterações na secreção ocular e nasal, náuseas, inapetência e hipertermia. Os primeiros sintomas se manifestam entre 3 e 10 dias após a infecção podendo persistir por um período entre 3 e 4 semanas.

 

O tratamento recomendado é de suporte associado com administração de antibióticos.

 

Aconselha-se a imunização dos filhotes através do uso de vacinas intranasais a partir da oitava semana de vida com revacinação anual.

 

Técnica utilização para detecção: PCR - Reação em Cadeia da Polimerase

Prazo de entrega: 3 dias úteis (a partir da data de entrada da amostra no laboratório)
Material:

Secreção (swab) nasal e/ou de orofaringe

 

Armazenar o material em 4ºC (geladeira).

Encaminhar ao laboratório, ainda refrigerado, em até 24 horas.

Ao enviar as amostras encaminhar, se possível, as seguintes informações: número do protocolo, nome do proprietário, nome do animal, raça, idade, sexo, exame solicitado e dados clínicos.

Valor: Sob Consulta
   
web design Contato